Skip to content →

Em movimento…

Nos sentamos dois a dois no trem, frente a frente. Rebeca e Maryse de um lado. Eu e Michael do outro. Depois de breves apresentações, o primeiro assunto foram os livros que cada um trazia para a “residência”. Feliz em estar em companhia do meu kindle. O trem começou a se movimentar. Montreal foi ficando distante pela janela. Até aqui, tudo me parecia um pouco surreal. Ficção, textos de teatro, conselheiros dramatúrgicos, resiliência… E lá estava eu, a caminho de uma residência de tradução com escritores do Québec. Engraçado como criamos imagens de nós mesmos que nem sempre “se encaixam” onde desejamos ou imaginamos. Difícil para mim me ver como eles, apesar de, no fundo, sermos tão iguais. Escritores. Afinal, qual a real diferença entre nós?

Published in Português

Comments

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: